Covilhã - Torre (29-09-2018) - Bike105

Ir para o conteúdo

Covilhã - Torre (29-09-2018)

Passeios
A Serra da Estrela tem características ímpares para quem, simultaneamente pedala e gosta de desafios. Por isso qualquer pretexto é bom para enfrentar uma das vertentes possíveis de pedalar serra acima.

No meu caso, para além do que anteriormente descrevo, tive um desafio inesperado pois o meu problema de saúde, contrariamente ao que me disseram quando iniciei os tratamentos, no final de Maio deu activo numa análise de rotina.

Se o meu corpo me coloca desafios, a minha reacção tem sido de colocar desafios também ao meu corpo. Ele vai vencer, disso não tenho dúvidas, mas sinto como minha obrigação não desistir e enquanto puder vou desfrutando, intensamente, da vida e destes desafios que tenho tido a felicidade de conquistar! Agora, chega de lamurias!

Neste contexto, programei mais uma subida à Torre. Como tenho escolhido trajectos novos, restavam 2 opções: “Covilhã – Torre” ou “Loriga – Torre”. Optei pela subida com início na Covilhã.

Contrariamente ao que fiz na subida com início em Seia, desta vez levei a bike de BTT em detrimento da de Estrada. Julgo que foi uma boa opção porque no final não me senti esgotado, uma sensação muito agradável de sentir quando chegado à Torre.

O início na Covilhã e os primeiros 7 kms são particularmente difíceis, de tal forma que os restantes até parecem fáceis.

Como é habitual no meu caso, o objectivo nunca é a rapidez da subida, ou seja, comigo nunca se trata de um contra-relógio, mas de desfrutar cada momento do desafio. Por isso as paragens são as que forem necessárias e nesta subida não foi excepção.

O projecto inicial seria a subida acompanhado por 3 amigos. Fruto de diversas circunstâncias não foi possível conciliar as agendas por isso esta foi uma subida feita a dois.

Para mim fica a satisfação de ter concretizado mais um desafio e ter contribuído para incentivar o Nelson a fazer aquilo que muitos nunca acreditariam que conseguisse fazer. Para quem nunca fez qualquer aventura ciclística, não faz exercício desportivo regular e tem uns quilinhos a mais, o Nelson é o verdadeiro herói desta subida. Para ele os meus parabéns.

Agora deixo-vos os registos desta aventura.
Dados da aventura:
Distância: 20 km
Tempo: 03:26 h
Média: 5.8 km/h
Acumulado de subida: 1330 mt

Este já está, vamos ao próximo desafio.
 
Boas pedaladas
bike105

Nota final (23-11-2018): Em novo controlo do meu problema de saúde, o diagnostico foi favorável, ou seja, voltou a adormecer. Resultou!!
Voltar para o conteúdo