Depois das trevas... - Bike105

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Depois das trevas...

Passeios
Imaginem serem operados 3 vezes num espaço de 4 semanas, estar 7 meses sem comer nem beber, serem alimentados por uma máquina de forma intravenosa com a inserção numa veia central e perderem 24 kg do peso ideal.
 
Mas não se detenham podem continuar, destes 7 meses uma grande percentagem foi passada numa enfermaria de Cirurgia em que foi possível presenciar a morte de algumas pessoas, o nível absurdo de sofrimento de outras e por 2 vezes conviver com bactérias hospitalares. Ok, ficamos por aqui…!

Após a 4ª cirurgia pude finalmente sair do hospital e no último dia coloquei a fasquia alta em termos de ambições para 2015: Subir de bicicleta à Serra da Estrela (Torre).

Como no Hospital trabalham profissionais ponderados e sensatos, fui desaconselhado a concretizar este insano objectivo.

Convém informar que em Fevereiro de 2015 apenas conseguia subir os lances de escada que dividem o rés-do-chão para o 1º andar, subindo degrau a degrau e mesmo assim… Tinha um severo défice de absorção de vitaminas e problemas de assimilação de água.

Objectivamente, sobreviver a “tamanha coisa” como a anteriormente descrita não se coaduna com ponderação e sensatez. É necessário uma forte dose de loucura para não entrar em derrapagem com a vida.

O resultado da minha (in)sensatez traduz-se numa mensagem SMS que enviei no dia 5 Setembro 2015 e que de seguida reproduzo:

"Se há 1 ano atrás tivesse dito que ambicionava subir de bicicleta a serra da Estrela até à Torre, provavelmente seria transferido da Cirurgia do HSJ para o serviço de Psiquiatria. Comuniquei esse objectivo quando tive alta hospitalar em Fevereiro de 2015. Hoje, quando passaram 8 meses desde a última cirurgia, consegui concretizar o meu objectivo de subir de bicicleta à serra da Estrela realizando o percurso de Seia até à Torre. Foram 29 km e um desnível acumulado de 1484 metros que percorri em 3h47m. Já seria uma aventura concretizar este objectivo mesmo sem quaisquer deficiências físicas, agora imaginem ter uma deficiência motora e para complicar, ter os intestinos demasiado curtos. Não, não imaginem. O importante é que estou feliz e decidi partilhar essa felicidade convosco. Para o sucesso desta aventura vocês também contribuíram. O meu Obrigado! Uma última nota, durante a subida, ainda pensei que foi um erro não me terem transferido para a psiquiatria. Eheheh. Abraço. António Santos"

Dados da aventura:
Distância: 29.41 km
Tempo: 03:47 h
Média: 7.8 km/h
Calorias dispendidas: 2 216
Acumulado de subida: 1484 mt

Espero que gostem do video e das fotos que disponibilizo de seguida.

Até à proxima!
bike105
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal