Comboio e Bicicleta p/Alentejo - Bike105

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Comboio e Bicicleta p/Alentejo

Passeios
De Comboio e Bicicleta pelo Alentejo

Este foi até agora o passeio de bicicleta mais original em que alguma vez participei. Imaginem entrar num comboio em Santa Apolónia e sair em Évora. Depois pedalar pelas ruas da cidade e com uma ligeira incursão betetista até aos Cromeleques após a localidade de Guadalupe. Esta foi a proposta da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta .

Este passeio tinha uma quilometragem prevista de 20 km por este facto, o meu primeiro pensamento foi o de convidar a minha esposa para também participar. O convite foi aceite e foi necessário arranjar uma bicicleta para o evento, como não se avizinhavam dificuldades pedi emprestada uma bike sem suspensão.

Aparecemos em Santa Apolónia um pouco antes da hora marcada, e de imediato esclarecemos a primeira duvida, existia realmente um comboio que partia de Santa Apolónia para Évora. Podemos presenciar a chegada constante de participantes para este evento o que motivou uma boa ocupação das duas carruagens que compunham o comboio. Após a partida (à hora marcada) foi altura de travar conhecimento com alguns dos participantes e confirmar as inscrições.

Na chegada à estação de Évora descarregamos as bicicletas e fomos recebidos por elementos locais que nos viriam a dar apoio quer a nível de guias quer de veículos. Partimos para a aventura programada e pedalamos por algumas ruas da cidade onde se encontravam alguns dos seus mais conhecidos monumentos, nas ruas mais estreitas foi possível ver a quantidade de participantes. já que por vezes a aglomeração fazia parar quem vinha mais atrás. Na aproximação ao Templo de Diana existe uma ligeira subida que pôs à prova muitos dos participantes para quem não restou outra alternativa senão a efectuar a pé.

Seguimos até um miradouro do ALto de S. Bento onde existia uns moinhos e que era antecedido por uma boa subidita em asfalto. A saída da cidade fez-se através da estrada nacional mas sempre acompanhados por um batedor da policia até junto ao hipermercado, a partir daqui foi por "nossa" conta e risco. Paragem na área de serviço junto ao Kartodromo de Évora para reabastecimento e descansar. Depois de reiniciarmos, pedalamos até ao cruzamento que deriva para Guadalupe. Seguidamente foi altura para largar a estrada asfaltada e subir um pouco até aos Cremoleques , mas antes disso já a viatura de apoio estava com uma boa lotação e eu dei pela primeira vez algum auxilio à minha esposa que se estreava nestas lides.

Nesta altura já me tinha apercebido que a quilometragem anunciada seria pulverizada pela efectivamente efectuada, o que a juntar ao facto das horas de partida prevista do comboio estarem a aproximarem-se assustadoramente. Foi necessário tomar uma decisão junto da minha esposa: ou continuar de imediato e apressar a pedalada ou desistir e realizar o restante percurso recorrendo ao transporte da organização. Para minha surpresa e contentamento, a minha esposa resolveu realizar a volta à cidade de bicicleta mesmo já acusando algum do esforço até ali despendido. Voltamos às bicicletas e começamos o trajecto de retorno mas com uma ligeira paragem na localidade de Guadalupe. Desta localidade até Évora foi necessário auxiliar a minha esposa por diversas vezes para que a velocidade fosse constante e elevada, valeu a sua perseverança e o facto da estrada ser asfaltada o que permitia uma velocidade muito elevada para uma Btt. Este esforço valeu-nos a chegada ao comboio às 16.50h e de imediato me apercebi de dois factos: a quilometragem realizada era de 46 km e se o comboio partisse na hora prevista apenas uma ínfima percentagem seguiria nele já que o grosso do pelotão ainda estava em pleno percurso. De facto o comboio só partiria ás 17.35h no entanto a chegada a Lisboa realizou-se quase na hora prevista.

Gostei de participar neste passeio pelo originalidade do mesmo e segundo a organização o próximo já está em preparação e será para a região de Tomar. Uma palavra de apreço para a minha esposa que mesmo sem qualquer experiência nunca abdicou de realizar na integra o passeio mesmo que existindo uma "pequenina" diferença entre o anunciado e o realizado.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal